Domingo, 20 de Setembro de 2020 04:46
(31) 9 83067598
Entretenimento FILMES

Crítica do filme: 'Rede de Ódio'

Confira na Coluna ''Guia do Cinéfilo'' com Raphael Camacho

11/08/2020 14h32 Atualizada há 1 mês
Por: Raphael Camacho Fonte: Guia do Cinéfilo
Divulgação
Divulgação

 

A ambição nas mãos de mentes perigosas, os vigias da não informação real. Explorando um assunto muito alta nos tempos atuais, a fake news, o cineasta polonês (de apenas 28 anos!) Mateusz Pacewicz que já nos presenteou com o ótimo Corpus Christi (indicado pela Polônia ao Oscar de melhor filme estrangeiro ano na cerimônia passada) chega dessa vez para marcar presença na memória dos cinéfilos com o inaudito Rede de Ódio que estreou aqui no Brasil pela Netflix. Costurando um protagonista enigmático e assombrado pelos seus pensamentos nocivos e egoístas junto a um mundo sem regras nos meios digitais, Pacewicz consegue a proeza de manter os olhos cinéfilos grudados na tela durante as mais de duas horas de duração. Impressiona a qualidade desse filme, excelente!

Na trama, conhecemos o jovem e ambicioso Tomasz Giemza (Maciej Musialowski, em atuação estacada) que vem de origem humilde, do interior da Polônia e tem seus estudos sustentados por tios ricos da capital. Invejoso pelos que os outros tem e ele não, possui uma obsessão com a família que o ajuda nos estudos. Quando o protagonista perde sua bolsa de estudos por conta de um plágio em um trabalho, seu mundo começa a se despedaçar e ele, apaixonado por Gabi (Vanessa Aleksander), filha dos tios que sustentaram seus estudos, entra em uma polêmica equipe de marketing digital onde começa a se envolver com difamação e ódio contra determinados alvos pelas redes sociais.

Impactante até o último suspiro, Rede de Ódio, Sala samobójców. Hejter, no original, escancara os muros imperceptíveis de pessoas que se escondem em outras personalidades para disseminar terror e ódio, inconsequentes, trilhando caminhos sombrios da internet. Fruto de uma personalidade muito complicada, o protagonista não tem um pingo de bom senso quando percebe que pode ganhar a confiança dos outros com seus atos terríveis e ações sem o menor receio. Chocante e brutal, os arcos do roteiro vão nos guiando para um final estrondoso que diz muito sobre o mundo desse lado daqui da tela, esse universo real sem meio termos que vivemos e onde perdemos as chances de diálogos e entender ao próximo.

Oferecimento:

970-VELAS.jpg

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Guia do Cinéfilo
Sobre Guia do Cinéfilo
Raphael Camacho - Cinéfilo. Analista de Programação Audiovisual, Crítico de cinema, matemático nas horas vagas. Extremamente viciado em cinema, autor do livro: "Guia do Cinéfilo - Volume 1".
Rio de Janeiro - RJ

Rio de Janeiro - Rio de Janeiro

Sobre o município
Caeté - MG
Atualizado às 04h29 - Fonte: Climatempo
20°
Muitas nuvens

Mín. 19° Máx. 31°

20° Sensação
9.9 km/h Vento
74.4% Umidade do ar
90% (8mm) Chance de chuva
Amanhã (21/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 25°

Sol com muitas nuvens e chuva
Terça (22/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 17° Máx. 22°

Chuvoso