AÇAÍ POPUP
MOBX 580 01
BAMBOLÊ 970
OGRO 970
RC OFICINA 970 NOVO
TOPOGRAFIA TOPO
TUR 970
RC TOPO
MARISTELA 970
NUCEC 970
AÇAÍ TOPO
CCAA TOPO
RC OFICINA TOPO 2
LC MATRÍCULAS
MD 970
FARMA 970
LÁPIS DE COR TOPO
OBJETIVA TOPO
AÇO UP 01
EU MEREÇO TOPO
VELAS 970
BIOLIFE 970
IEPS M 01
CAMINHO 970
MD 970 2
ORAL TOPO
BARRETO TOPO
GALO 13
CHUCHU TOPO
MAGIA 970
KELLY 970
ATENÇÃO

Período de reprodução de escorpiões acende alerta para ataques

Hospital do Norte de Minas registra queda no número de casos atendidos, porém aumento na fatalidade das vítimas

07/01/2020 21h03
Por: Rafael Oliveira
Fonte: Agência Minas Gerais

Referência no atendimento de vítimas de ataques de animais peçonhentos, o Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF), vinculado à Unimontes, em Montes Claros, no Norte de Minas, alerta a população para o período de reprodução dos escorpiões, quando a incidência de ataques costuma ser maior.

Já na primeira semana do ano, a unidade registrou um óbito por ataque de escorpião. A vítima, uma criança de 7 anos, recebeu os primeiros atendimentos em Janaúba (Norte de Minas), foi transferida para Montes Claros e, com o quadro de edema agudo no pulmão, sofreu uma sequência de dez paradas cardiorrespiratórias e não resistiu.

Médico pediatra do hospital, Carlos Lopo reforça o alerta sobre os riscos de acidentes com escorpiões e aranhas nesta época do ano. “Este é o período de reprodução destas espécies. Os locais mais comuns de incidência são exatamente os mais sujos: onde há acúmulo de entulhos e de materiais de construção, de folhas e, ainda, paredes sem reboco. Locais de acúmulo de lixo doméstico (como os depósitos em condomínios) e redes de esgoto a céu aberto também são lugares bem perigosos, pois acumulam as principais fontes de alimentos do escorpião: moscas, larvas e baratas”, explica.

Histórico

De acordo com dados do Núcleo de Vigilância Epidemiológica em Ambiente Hospitalar (Nuveh) do HUCF, um total de 2.852 casos de ataques de escorpiões foram atendidos pelo Hospital Universitário, contra 2.908 em 2018, uma queda de 1,92% em comparação ao ano anterior.

Porém, houve mais mortes causadas por picadas no período: uma em 2018 e cinco em 2019 (a maior parte referente a pacientes transferidos de outras cidades da região).

Ataques

O HUCF revela ainda que os números de ataques de todos os animais peçonhentos - cobras, serpentes, aranhas, escorpiões e lacraias, entre outros - suscitam cuidado. Em 2018 foram 3.217 ataques notificados e, no ano passado, 3.356. Um aumento de 4,32%, somente na unidade de atendimento.

O médico Carlos Lopo lembra que existem várias espécies de escorpião, sendo as mais incidentes e perigosas em Montes Claros e região a Tityus bahiensis e a Tityus serrulatus – os escorpiões preto e amarelo, respectivamente. O último é o mais preocupante diante do alto risco do seu veneno.

Lopo revela ainda que, diferentemente das cobras, os escorpiões adultos são mais perigosos devido à quantidade de veneno (nas cobras, o veneno dos filhotes possui mais capacidade de proteólise ou digestão que os adultos). “Mesmo que galinhas e outras aves se alimentem de escorpiões, não é a melhor maneira de prevenção, pois eles possuem hábitos noturnos (enquanto as aves são diurnas). A melhor maneira de prevenir é com cuidados diários de limpeza, além de prestar atenção aos calçados, roupas penduradas e assim por diante”, destacou.

Mais informações:

Hospital Universitário Clemente Faria (HUCF) - Unimontes Telefone: (38) 3224-8318 (NUVEH)

Oferecimento:

CAMINHO CAPA-BARRETO-FACE

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Caeté - MG
Atualizado às 03h14
19°
Muitas nuvens Máxima: 25° - Mínima: 19°
19°

Sensação

12.7 km/h

Vento

97.8%

Umidade

Fonte: Climatempo
MD 600 02
INET 300
ANUNCIE AQUI
BIO 600
VELAS 600
AÇAÍ RODAPÉ
BAMBOLÊ 600
IEPS M 02
FARMA 600
LC MATRÍCULAS 600
CAMINHO 600
PUERI 600
ORAL 300X600 NOVO
IPB 600
AÇO 600
RC GRANDE
ORAL BAIXO
MARISTELA 600
CHUCHU - ÁGUA
CHUCHU - GÁS
MAGIA 600
RC GRANDE 2
NUCEC 600
LC 250 01
PUERI 01
CCAA LATERAL
IPB 300
MARCENARIA 300
AÇO 01
ARAÚJO 01
BARRETO 01
ORAL LATERAL 01
INETSAFE 01
CAMINHO 01
MD 300 001
MAGIA 300 01
MOBX 300 01
BIOLIFE LATERAL
MD 300
VELAS 300 01
AUTO 2000 01
AÇAÍ QUADRADO 01
NUCEC 300 5
IEPS 01
OBJETIVA LATERAL
MAGIA 300 03
GELO CHUCHU
EU MEREÇO LATERAL
CHUCHU 01
NUCEC 300 1
SUPREMA 01
RC 01
FARMA 250
MARISTELA 01
OGRO 01
BAMBOLE 300 01
THALES 01
TOPO 250 01
KELLY 01
Municípios
BAMBOLE 300 02
PUERI 02
BIOLIFE LATERAL 2
AUTO 2000 02
OGRO 02
BARRETO 02
IPB 300 2
AÇO 02
CHUCHU 02
NUCEC 300 2
MD 300 02
THALES 02
CCAA LATERAL 2
SUPREMA 02
GELO CHUCHU 2
MARCENARIA 300 2
MAGIA 300 02
ORAL PLUS LATERAL 02
ARAÚJO 02
OBJETIVA LATERAL 2
CAMINHO 02
TOPO 250 02
MD 300 002
VELAS 300 02
FARMA 250 2
RC 02
MOBX 300 02
INETSAFE 02
IEPS 02
LC 250 02
NUCEC 300 6
KELLY 02
MARISTELA 02
EU MEREÇO LATERAL 2
AÇAÍ QUADRADO 02
Últimas notícias
CCAA LATERAL 3
PUERI 03
ORAL PLUS LATERAL 03
NUCEC 300 7
THALES 03
NUCEC 300 3
BARRETO 03
TOPO 250 03
INETSAFE 03
OBJETIVA LATERAL 3
ARAÚJO 03
VELAS 300 03
MARCENARIA 300 3
AUTO 2000 03
GELO CHUCHU 3
AÇO 03
OGRO 03
MD 300 003
IEPS 03
MOBX 300 03
KELLY 03
RC 03
CHUCHU 03
LC 250 03
BIOLIFE LATERAL 3
MAGOA 300 03
CAMINHO 03
AÇAÍ QUADRADO 03
BAMBOLE 300 03
MARISTELA 03
IPB 300 3
EU MEREÇO LATERAL 3
SUPREMA 03
MD 300 03
FARMA 250 3
Mais lidas
CAMINHO 04
NUCEC 300 4
BAMBOLE 300 04
IEPS 04
BIOLIFE LATERAL 4
MD 300 004
MARISTELA 04
EU MEREÇO LATERAL 4
GELO CHUCHU 4
SUPREMA 04
OGRO 04
MD 300 04
PUERI 04
INETSAFE 04
OBJETIVA LATERAL 4
AÇAÍ QUADRADO 04
MARCENARIA 300 4
ARAÚJO 04
MAGIA 300 04
TOPO 250 04
MOBX 300 04
CHUCHU 04
AUTO 2000 04
CCAA LATERAL 4
VELAS 300 04
ORAL PLUS 04
IPB 300 4
BARRETO 04
NUCEC 300 8
THALES 04
KELLY 04
FARMA 250 4
RC 04
LC 250 04
AÇO 04
MD 300 05
LC 250 05