Terça, 02 de Junho de 2020 23:10
(31) 9 9374-6019
Entretenimento UM FILME POR DIA

Rocky – Um Lutador.. Longa venceu o Oscar de melhor filme em 1977.

Primeiro filme da série de 6 títulos foi o mais premiado.

04/11/2019 20h09 Atualizada há 7 meses
Por: Rafael Oliveira Fonte: Cinema com Rapadura
Rocky – Um Lutador.. Longa venceu o Oscar de melhor filme em 1977.

Rocky – Um Lutador" é um clássico dos cinemas que abre de forma maravilhosa a história que vai muito além dos ringues. Ele retrata um anti-heróis em uma vida nada glamourosa.

Por Thiago Sampaio e Leonardo Heffer.

Rocky Balboa é o tipo de cara que sempre foi mal interpretado. O seu jeito durão sempre o colocaria na fila dos encrenqueiros. O trabalho também não era o dos mais dignos, como ser cobrador de dívidas de um mafioso, mas morando na periferia de Filadélfia, o que mais uma pessoa que completou os estudos até sétima série poderia fazer? Boxeador, claro. Era apenas mais um bico, para ganhar um dinheiro extra, mesmo que fosse 17 dólares quando perdesse ou 45 quando ganhasse. E é vivendo essa vida sem um futuro aparente, seguindo dia após dia, compartilhando suas lamentações e felicidades com Zás e Trás (tartarugas domésticas) e Moby Dick (um peixinho dourado) que Rocky segue a sua vida. Com cara de encrenqueiro, mas com um bom coração. Apaixonado por Adrian, a tímida atendente da loja de bichos de frente ao ginásio onde treina boxe, Rocky tenta ganhar a sua vida da forma como pode. E a oportunidade surge quando a luta do bi-campeão mundial de peso-pesado Apollo Creed (na versão dublada com o nome de Apollo Doutrinador) corre o risco de ser adiada.

O adversário de Creed, Mack Lee Green acaba quebrando a mão e fica impossibilitado de lutar contra o bi-campeão no dia do bicentenário da independência dos Estados Unidos. Outros lutadores famosos acabam negando a luta, com a desculpa de que cinco semanas não seriam o suficiente para enfrentar o bi-campeão. Aí surge a idéia, dada por Creed, de que "na terra da oportunidade", o sentimentalismo de oferecer a vaga a um lutador local pela disputa do cinturão de campeão de pesos-pesados. Rocky não é escolhido por sua forma de lutar ou outra qualidade necessária a enfrentar o campeão. Sua escolha é devido simplesmente ao nome fictício que usa nos ringues de "Ganharão Italiano", já que nome assim soaria melhor em uma publicidade. Mas Rocky vê nesse momento a chance de mostrar que não é só mais um perdido no mundo, e, levando a sério seus próprios conselhos dados à jovem Marie (uma jovem que mora no bairro), ele sabe que é por sua reputação que será lembrado. Rocky em nenhum momento acha que possui chances de vencer Apollo Creed. Afinal, como vencer um bi-campeão dos pesos pesados? Ele segue a filosofia de que não precisa vencer, basta fazer algo que nunca ninguém havia feito antes, agüentar os 5 rounds da luta. E entre seu treinamento, a descoberta do romance com Adrian e o convívios com as pessoas próximas de si, Rocky traçará o momento que o levará a se tornar imortal diante do país.

A história do filme, criada originalmente em apenas três dias pelo próprio Sylvester Stallone, foi embasada em um momento em que o ator, descrente de sua vida em Hollywood, entre várias tentativas nada bem sucedidas de seguir sua carreira como ator, com pouco dinheiro no bolso e morando em um pequeno quitinete de 3x4m junto com seu cachorro, assiste a uma luta entre Muhammad Ali e Chuck Wepner. Durante a luta, Wepner fez algo que nunca ninguém havia feito na vida: nocauteado Muhammad Ali. Mesmo não ganhando, Wepner ficou marcado na história do boxe mundial por nocautear um campeão dos boxes. Foi justamente deste momento que Sly (apelido de Sylvester Stallone) deu asas à criação do primeiro tratamento de Rocky, que logo chamou a atenção de Irwin Winkler e Robert Chartoff. Passando por diversos tratamentos, o roteiro chegou a sua versão final, um tanto diferente da inicial, que era bem mais sombria. Stallone também recebeu somatórias enormes (chegando a 450 mil dólares) para não assumir o papel principal de Rocky, todas elas, negadas de pronto pelo ator.

O roteiro final toma por base o psicológico de alguns personagens que marcaram o cinema da década de 40, intitulado como filmes "Noir". Personagens descrentes da sociedade, ambíguos, alienados, formam a galeria final de alguns principais e secundários da franquia, o que acaba por dar uma caracterização muito mais realista ao filme, tirando um pouco da mágica e do sonho que tanto envolve o cinema Hollywoodiano. Junto a estes personagens, há uma crítica à sociedade americana do espetáculo, que se torna fantoche ou marionete diante a uma mídia inescrupulosa e completamente voltada para o entretenimento. Claro que o roteiro não deixa de incutir disfarçadamente o "sonho americano" do pobre desconhecido que se torna visível da noite para o dia, não sem batalhar pelo seu lugar ao sol, porém o que vale muito mais no processo é a forma como se vive, como se percorre esse caminho do que o objetivo final.

Também é visível um estilo completamente diferente em direção. A direção dos filmes naquela época ainda se permitia a longas tomadas, algo ainda vindo das décadas anteriores, que trabalhavam com um estilo muito mais de teatro do que de televisão. Planos abertos, movimentos de câmeras e "zoom" que aproveitavam muito mais expressões ao invés da excessiva quantidade de cortes hoje, que leva o cinema a cada vez mais se assemelhar com a linguagem televisiva do que algo mais diferente.

A moral defendida na história também é refletida nos bastidores do projeto. Uma produção com orçamento de um pouco mais de um milhão de dólares conseguiu faturar 117 milhões de dólares. Filmado em 28 dias, o resultado final do projeto foram suas nove indicações ao Oscar (Melhor Roteiro Original – Sylvester Stallone - , Melhor Ator – Sylvester Stallone -, Melhor Atriz – Talia Shire -, Melhor Ator Coadjuvante – Burt Young e Burgess Meredith -, Melhor Trilha Sonora, Melhor Som), sendo responsável por faturar 3 estatuetas (Melhor Filme, Melhor Diretor e Melhor Edição). Além disso, o filme foi eleito diversas vezes nas premiações do Instituto Americano de Filme, como Rocky Balboa ser o sétimo herói da história cinematográfica americana, ser o quarto filme mais empolgante, estar entre os 100 filmes que marcaram a história do cinema, e no ano de 2006, o roteiro deste filme foi eleito como o melhor roteiro de todos os tempos pelo Sindicato dos Roteiristas da América.

Tudo isso e seria impossível não falar realmente das atuações do filme, que seja na versão dublada (que não perde em nada) ou legendada, não deixam em nenhum momento de serem tão grandiosas. Rocky Balboa é o melhor personagem e a melhor atuação de Sylvester Stallone, que consegue passar para o filme todo o peso seu personagem, um dos poucos momentos mais marcante da vida do ator. Talia Shire consegue viver de forma espetacular a tímida Adrian, e através dos seus olhos, e uma expressão um tanto apática consegue dar vida a uma interessante personagem, que visivelmente se completa com Rocky. Burt Young, no papel do irmão canalha, consegue equilibrar entre o ódio e o amor do público, o que de certa forma acaba cativando um certo carinho pelo personagem, assim como acontece com o rabugento treinador de Rocky, Burgess Meredith. Uma galeria de personagens que também ficaram marcados na história do cinema.

Link da Fonte: https://cinemacomrapadura.com.br/especiais/rocky_balboa/criticas/

 ASSISTA UM MINI DOC DO CANAL CÓLERA RX NO YOUTUBE..

FICHA DO FILME:

Rocky

Estreia: 07/01/1977

Gênero: Ação, Drama

Duração: 119 min.

Origem: Estados Unidos

Direção: John G. Avildsen

Roteiro: Sylvester Stallone

Distribuidor: Fox Film do Brasil

Classificação: 12 anos

Ano: 1976

 Nossa nota para o filme (8,0)

Oferecimento:

OGRO-970

MAFU-SITE

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Um Filme por Dia
Sobre o Um Filme por Dia
Cada dia uma dica de imperdível de filmes para assistir só, com a família, com os amigos ou com a pessoa amada. Filmes que fizeram história no Cinema Mundial e que hoje estão esquecidos por muitos ou sequer foram assistidos eles.. Confira sempre uma boa dica. Separe a pipoca e o refri e aperte o Play..
Caeté - MG
Atualizado às 23h04 - Fonte: Climatempo
14°
Poucas nuvens

Mín. 10° Máx. 25°

14° Sensação
9.7 km/h Vento
74.7% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (03/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 12° Máx. 27°

Sol com algumas nuvens
Quinta (04/06)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 13° Máx. 24°

Sol com algumas nuvens